Como consultar seu processo de aposentadoria pela internet?

por

1 HORA DE CONSULTA COM ESPECIALISTAS

Descubra seus direitos, a solução do seu caso e os números da sua aposentadoria.

Já imaginou consultar o seu processo de aposentadoria no INSS pela internet e sem sair de casa?

Pois é, a tecnologia veio realmente para facilitar a nossa vida. Pensando nisso, o INSS resolveu disponibilizar digitalmente mais de 20 serviços previdenciários.

E neste post, você vai conferir um passo a passo completo de como acompanhar seu requerimento administrativo feito junto ao INSS, e o melhor, sem precisar enfrentar as filas nas agências do Instituto.

Você vai conferir:

  1. Conhecendo o Portal MEU INSS
  2. Requerimento | aprenda como fazer seu pedido de aposentadoria sem sair de casa
  3. Veja os documentos necessários – aposentadorias em geral
  4. Como consultar esse requerimento | 3 métodos
  5. Fique atento | Veja o que acontece depois do pedido
  6. Saiu o resultado! O que fazer?

1. Conhecendo o portal Meu INSS

O portal Meu INSS é um sistema criado para agilizar, facilitar e dar mais eficiência para os serviços da seguridade social. A lista de serviços disponíveis para o usuário é bem variada.

É possível acessar dados previdenciários como o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) e Extrato de Imposto de Renda.

Também podemos consultar os benefícios já recebidos, emitir guia de pagamento para complementar as contribuições com o INSS e, talvez o mais relevante: fazer pedidos de aposentadoria e demais auxílios da seguridade social.

Como funciona o portal Meu INSS?

Para poder usar todos esses serviços (totalmente gratuitos), deve-se preencher um breve cadastro e pronto!

Para isso basta acessar o site do Meu INSS.Você será redirecionado para a seguinte página:

Para prosseguir com o cadastro você deverá:

  1. Clicar no canto superior direito da tela, onde aparece a opção “Entrar”;
  2. Na janela seguinte, clicar em “Login”;
  3. Ao clicar em “Login”, será aberta uma nova janela:

Clique em “Crie sua conta”;

Será aberta uma página para preencher seu cadastro no Meu INSS, você vai precisar do número de seu CPF, nome completo, o número de telefone celular para receber SMS e um endereço de e-mail.

Depois disso tem que preencher um “captcha” (sistema computadorizado para conferir se quem está acessando o sistema é uma pessoa, ou robô) .

O cadastro deve ficar semelhante ao exemplo:

Feito isso, serão realizadas algumas perguntas sobre seus antigos registros de emprego, contribuições à previdência, e etc. Ao responder todas as perguntas é só criar a senha (importante anotá-la em algum lugar) e pronto!

2. Requerimento | aprenda como fazer seu pedido de aposentadoria sem sair de casa

Requerimento é o pedido em si, é o conjunto de documentos que será enviado ao INSS para serem analisados e à partir deles será dado o resultado do pedido de aposentadoria.

Muito embora o portal Meu INSS seja um grande avanço para ajudar na rapidez da prestação de serviços à população brasileira, mesmo assim persistem alguns problemas.

De acordo com o portal R7 de notícias, só em setembro deste ano (2019) foram feitos mais de um milhão de pedidos de aposentadoria.

Tudo esse número, é graças o sistema digital, que permite ao solicitante escapar das filas. Mas, nem tudo é maravilha. Imagine um milhão de pedidos de aposentadoria num mês, ou seja, 30 dias.

São aproximadamente 33 mil pedidos por dia, são muitas pessoas esperando.

O INSS não tem como analisar todos esses pedidos dentro de um tempo razoável e, consequentemente, as respostas atrasam. O tempo médio de concessão em setembro foi de 80 dias, porém, pode chegar a quase 1 ano de espera pela carta de deferimento.

Agora que eu já te situei sobre a demora do INSS, vou te mostrar quais são suas opções…

Veja as possibilidades | 2 formas de fazer seu requerimento

Agora que você está cadastrado, vamos ver como fazer um pedido de aposentadoria e ele pode ser feito de 2 formas:

  1. Presencial;
  2. Com login no portal Meu INSS.

 1. O pedido de aposentadoria “Presencial” é o modo mais tradicional.

Primeiro é preciso agendar um horário. Para isso, basta ligar na central 135, informar o CPF e selecionar o ramal desejado. Para requerimentos de benefícios previdenciários deve-se digitar “3”.

Agora temos que anotar o dia para que foi marcado o atendimento. Lembre-se sempre de chegar com antecedência para evitar aborrecimentos.

É importante atentar-se para a lista de documentos que vale a pena levar consigo:

  • Pedido por escrito.

O pedido por escrito é uma boa maneira de evitar complicações, já que é muito comum acontecer erros quando o segurado vai à agência e precisa preencher o formulário na hora.

Nesse formulário é necessário informar com precisão as informações pessoais e o benefício pretendido.

  • Documentos de identificação;
  • RG e CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • CNIS;
  • PPP – quando é o caso de atividade especial.

2. Com login no portal Meu INSS.

Essa forma é a mais recomendada. Embora precise de um pouco mais de atenção, ela é a opção mais rápida.

E lembra do cadastro que você já fez no portal Meu INSS? Agora ele será necessário para poder realizar o pedido de aposentadoria.

Siga esse passo a passo:

1. Acesse o portal Meu INSS, faça login e clique na opção “Agendamentos / Requerimentos”

2. A próxima ação é clicar em “Novo Requerimento”

3. Clicar no campo “Aposentadorias, CTC e Pecúlio” e depois escolher a aposentadoria que é melhor para sua situação.

No exemplo, nós usaremos a “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”, para as demais aposentadorias o procedimento é muito semelhante, podendo ter uma ou outra etapa diferente.

Atenção: caso o sistema do INSS identifique que você não tem os requisitos mínimos para um determinado tipo de aposentadoria, ele não permite que o usuário termine o requerimento.

Se o sistema não identificar nenhum problema, é só avançar!

4. Agora será preciso responder em torno de 6 perguntas relacionadas à sua situação na Previdência.

São perguntas sobre tempo especial, rural, trabalhado no exterior, se trabalhou como professor, se foi funcionário público e se concorda com a aposentadoria proporcional.

Fique bem atento nesta pergunta:

Estar atento a essa questão é um jeito de evitar ter que entrar com um novo pedido.

Para ficar mais objetivo para você, vou usar o exemplo do Antônio, suponhamos que ele entre com o pedido de aposentadoria em 01/01/2018.

De acordo com o cálculo do INSS, ele só completaria os requisitos para a aposentadoria em 01/06/2018. A resposta do INSS saiu no dia 01/08/2018.

Mas o que acontece se Antonio optou por autorizar o INSS a mudar a data de entrada de requerimento?

Se Antônio autorizou a mudança e ele atingiu os requisitos para a aposentadoria durante a análise, o INSS foi autorizado a realizar a troca da data de entrada do requerimento de 01/01/2018 para 01/06/2018.

Desse modo, Antônio terá sua aposentadoria concedida! Caso não autorize, ele terá que esperar pelo indeferimento em 01/08/2018 e então terá que fazer um novo pedido de aposentadoria e esperar mais uma análise do INSS.

Respondida essa questão, você estará diante da última etapa antes de completar o requerimento.

Atenção: verifique seus dados, CPF, nome, data de nascimento, celular ou telefone. É recomendado também informar seu e-mail e escolher “Sim” para a pergunta “Aceita acompanhar o requerimento via Meu INSS, e-mail ou Central 135?”

3. Veja os documentos necessários | aposentadorias em geral

Você está quase pronto para protocolar o pedido de aposentadoria. Só falta anexar os documentos necessários e enviar!

Os documentos que devem ser anexados são :

  • Documento de identificação do requerente (RG, CPF ou CNH);
  • Todas as Carteiras de Trabalho que tenham algum vínculo de emprego;
  • Se for o caso de tempo trabalhado no serviço público, serviço militar, busca de comprovantes;
  • Se tiver tempo rural, poderá anexar certidões de compra e venda do terreno, certidões de nascimento, certificados de escolas rurais, notas fiscais;
  • PPP para atividade especial;Se tiver tempo como contribuinte individual, anexar as Guias da Previdência Social.

4. Como consultar esse requerimento | 4 métodos

Acredito que verificar uma vez por semana o andamento do pedido é essencial para não ser pego de surpresa por uma carta de exigência, por exemplo.

Existem 3 maneiras de consultar seu requerimento:

Consulta pela Central 135

O INSS disponibiliza o atendimento por ligação no telefone 135, o serviço é gratuito e poderá ser realizado de segunda-feira a sábado, entre 7h e 22h.

Na opção por ligação, você deve informar o CPF e selecionar o seguinte ramal: dígito 4 e depois 1.

E então é só informar o número do protocolo e pronto!

Consulta pelo Meu INSS sem login

Como a consulta é um serviço mais simples que fazer o requerimento, não é obrigatório fazer o login para ter acesso a esse serviço.

Só é preciso acessar o portal Meu INSS, clicar em “Agendamentos / Requerimentos” e informar o nome completo, CPF, data de nascimento e completar o “captcha”.

Então, clique na lupa para ter acesso aos detalhes do requerimento.

Ali estarão todas as informações sobre o seu pedido de aposentadoria.

Consulta pelo Meu INSS com login

A consulta também poderá ser feita fazendo login no portal Meu INSS e seguindo o mesmo passo a passo:

Login, “Agendamentos / Requerimentos”, ícone da lupa, e pronto!

BÔNUS

Também é possível fazer a consulta pelo Smartphone usando o aplicativo “Meu INSS”, disponível para os sistemas IOS e Android.

O procedimento é bem semelhante ao feito pelo computador, a única mudança é que depois de feito o login no celular, deve-se clicar no campo “Agendamentos / Solicitações” e então clicar na lupa para ter acesso aos detalhes.

Obs: o aplicativo não é ruim, mas também não é bom.

5. Fique atento | Veja o que acontece depois do pedido

Beleza, até aqui você já aprendeu a realizar o cadastro no sistema digital do Meu INSS.

Você conhece como fazer um pedido de aposentadoria sem sair de casa e está atento aos documentos mais importantes para a análise do INSS.

Mas e agora que você está acompanhando o pedido da sua aposentadoria, o que pode acontecer?

Resposta do INSS

O INSS tem 45 dias para dar uma resposta sobre a solicitação de aposentadoria, mas como sabemos, pela falta de funcionários, equipamentos e recursos financeiros, eles demoram bem mais do que isso.

Então porque se preocupar em ficar consultando meu pedido de aposentadoria todo dia? Ou toda semana?

Bom, isso é necessário porque muitas vezes durante a análise do pedido, o servidor do INSS pode encontrar um erro num documento ou achar que precisa de um documento diferente.

Para informar isso ao requerente, é enviada uma carta de exigência. A carta de exigência deve ser cumprida para que o seu pedido volte a ser apreciado.

E tem mais!

O INSS dá ao requerente o prazo de 1 mês para cumprir essa exigência e, caso não cumpra, cancelam a análise do seu pedido de aposentadoria e você terá de entrar com um novo pedido.

Para cumprir a exigência tem-se duas maneiras:

Agendar pela central 135. Você precisa apenas ligar para o 135, informar o CPF, digitar o ramal 4 – 2 e marcar a data para levar os documentos na APS.

Fique atento ao prazo, pois se ficar marcado para levar os documentos depois dos 30 dias, o seu requerimento será cancelado.

Mas não se preocupe, porque agora é possível cumprir a exigência pelo portal Meu INSS.

Para isso, é só acessar “Agendamentos / Requerimentos”, “Novo Requerimento” e achar a opção “Cumprimento de exigência”.

6. Saiu o resultado! O que fazer?

Feito o pedido e cumpridas as exigências, estamos no aguardo para finalmente receber a carta de concessão ou indeferimento.

Se você foi consultar seu pedido e ele estava classificado como “cumprido”, quer dizer que o INSS concluiu a análise. Basta acessar os detalhes que estará lá em “anexos” o documento informando se foi concedido ou indeferido.

Caso seja concedido (que alívio!), em alguns dias chegará a carta física na sua casa com todas as informações. Se ainda tem dúvidas, pode ligar na Central 135 e usar o ramal 0, para falar com um atendente e pedir por mais informações.

Também é possível conversar com um advogado especialista em previdenciário, se você acha que merecia um benefício com valor maior.

Se o seu benefício for indeferido, você tem 30 dias para entrar com um recurso administrativo, para tentar reverter essa decisão sem entrar na justiça.

Ou você poderá entrar em contato com um advogado especialista para ver o que aconteceu para o INSS não conceder sua aposentadoria.

Quais benefícios estão disponíveis pelo portal Meu INSS?

Além das aposentadorias (tempo de contribuição, pontos, idade, especial, rural) também é possível solicitar pelo portal Meu INSS outros benefícios, como por incapacidade, assistenciais, pensão, auxílio-reclusão e salário-maternidade.

Confira:

  • Solicitação de auxílio-acidente;
  • Solicitação de isenção de Imposto de Renda;
  • Solicitação de perícia Hospitalar ou domiciliar;
  • Benefício assistencial à pessoa com deficiência;
  • Benefício assistencial ao idoso;
  • Benefício assistencial ao trabalhador portuário avulso;
  • Auxílio-Reclusão rural e urbano;
  • Pensão por morte rural e urbana;
  • Salário-maternidade rural e urbano.

Conclusão

Neste guia completo de como consultar seu processo de aposentadoria, você conferiu as possibilidades que o Meu INSS 2020 possui.

Olha quanta coisa você descobriu:

você conheceu como funciona o Portal Meu INSS;;

aprendeu como fazer um requerimento;

viu quais documentos são necessários;

e como consultar seu requerimento de aposentadoria pela Internet.

E o melhor de tudo, você aprendeu como ter acesso a todas essas informações sem sair de casa!

Para você ficar cada vez mais craque em INSS, eu selecionei 3 posts que vão ser uma mão na roda para você:

  1. Quanto pagar de INSS? 20, 11 ou 5%?
  2. 7 coisas que o INSS não te conta!
  3. 5 motivos que o INSS usa para negar sua aposentadoria

Mas você ficou com alguma dúvida? Gostou de saber que o INSS está se modernizando? Me responda tudo aqui nos comentários, vou adorar saber sua opinião!

Quer receber nossas conteúdos exclusivos? Então se inscreva na nossa Newsletter e tenha as melhores informações e novidades sobre o Mundo Previdenciário!

Receba novidades exclusivas sobre a Reforma direto de especialistas
Entre na nossa lista e junte-se a mais de 25.000 pessoas

Advocacia Online para descomplicar a sua Aposentadoria. E a sua vida.

Receba uma hora  de consulta ao vivo com um advogado especialista  + orientação completa para resolver o seu caso + diagnóstico baseado em cálculos.