Escolha uma Página

As filas de espera do INSS, que eram gigantes nas agências físicas, há um tempo alcançaram o mundo virtual. 

Desde a Reforma da Previdência, têm ocorrido falhas no Meu INSS, além de atualizações constantes.

Continue comigo para saber o que tem acontecido com a plataforma do Instituto.

Aqui, você vai conferir tudo sobre:

1. O que é o Meu INSS?

Criado em julho de 2018, o Meu INSS é uma plataforma online da Previdência Social.

O site e o aplicativo foram desenvolvidos com o objetivo de desafogar o número de pedidos presenciais dos segurados, nas agências do Instituto.

Desde aquele momento, o trabalhador pode requerer seu benefício de forma online, sem precisar se deslocar.

Direto na plataforma, o beneficiário pode, por exemplo:

A principal inovação, como eu disse antes, é você poder fazer o requerimento de benefícios previdenciários sem sair de casa.

Existe, até, a possibilidade de alguns benefícios serem concedidos de forma “automática”.

Porém, esses casos são raros. 

Dificilmente, você conseguirá juntar todos os documentos comprobatórios do seu direito, fazer com que o sistema verifique que você preenche as condições e, por consequência, o servidor do INSS te conceder um benefício somente a partir de uma análise virtual.

Entenda: qualquer contribuinte do Instituto pode acessar o Meu INSS por computador ou aplicativo no celular.

Embora você consiga utilizar a plataforma sem se cadastrar, o primeiro passo recomendado será o de você fazer um cadastro no sistema do Governo Federal.

serviços meu inss
Serviços do Meu INSS. Fonte: Meu INSS.

Eu vejo o Meu INSS como algo bastante útil no dia a dia dos segurados. 

Essa possibilidade não apenas é uma forma mais fácil, como também é mais rápida de você solicitar os seus benefícios previdenciários.

Neste caso, bastará seguir os procedimentos do site (que são bem intuitivos, por sinal) para você conseguir ter seu benefício analisado.

Logicamente, existem e ainda existirão problemas no Meu INSS. Acredito, contudo, que a criação da plataforma tem ajudado os trabalhadores do Brasil.

São mais de 20 serviços disponíveis no site Meu INSS.

Sugiro a leitura de um post do Ingrácio sobre, exatamente, quais serviços estão disponíveis — conteúdo completo, com dicas e um passo a passo para você colocar a tecnologia à sua disposição.

2. Como foi a última atualização do Meu INSS?

Em fevereiro de 2020 a Previdência atualizou o site do INSS, mudando o design e adicionando novas funcionalidades (principalmente para quem não tinha cadastro na plataforma).

Resumo do tempo de contribuição

A principal novidade foi a inclusão de uma espécie de placar.

tempo de contribuição meu inss
Resumo do tempo de contribuição para simular aposentadoria. Fonte: Meu INSS.

Na tela inicial, que mostra quanto tempo de contribuição você possui no momento.

Simulador de aposentadoria com as regras após a Reforma

Além disso, o sistema está atualizado com as novas regras que a Reforma da Previdência estipulou.

Existe uma calculadora de aposentadoria para verificar quanto tempo falta para você se aposentar. 

Ela é bem intuitiva e fácil de ser utilizada, e ela inclui a informação sobre quais Regras de Transição você tem direito no momento.

Você também pode incluir eventuais vínculos de trabalho que não estejam aparecendo ali.

simulacao-aposentadoria-980x514
Exemplo de simulação de aposentadoria. Fonte: Meu INSS.

Mas aqui vai um aviso: não confie 100% nas informações que estão ali, principalmente se não constarem todos os seus vínculos trabalhistas.

Ou seja, a calculadora é apenas uma estimativa do tempo que falta para você trabalhar e o futuro valor do seu benefício.

Falando nisso, temos um conteúdo que ensinamos a simular a sua aposentadoria pela internet, onde também falamos se o simulador é confiável ou não.

3. O que esperar a partir de agora?

Como ainda estamos passando pela transição entre regras previdenciárias velhas e novas, é normal que haja um período de instabilidade no sistema.

Mas, pelo que eu tenho visto, a maioria das funcionalidades já está adequada com as regras da Reforma da Previdência.

Também acredito ser até melhor uma certa demora na análise do benefício do que ter um benefício concedido com cálculos e valores errados ou indeferido com base em análises superficiais do INSS, concorda comigo?

Isso geraria muito mais recursos administrativos, outros pedidos de análise de benefícios ou revisões, ocasionando mais tempo e mais requerimentos parados em conta da alta demanda de benefícios previdenciários.

O Governo adotou várias medidas para se adequar às novas regras da previdência, principalmente contratando novos servidores para ajudar a desafogar o alto número de requerimentos administrativo de benefícios.

É por isso que eles também atualizaram o Meu INSS, para que os segurados saibam se tem direito a se aposentar, por exemplo.

O Ingrácio está empenhado para conseguir as mais novas informações que fazem diferença no seu dia a dia.

Gostou do texto? Então, compartilhe esse conteúdo com seus conhecidos, amigos e familiares.

Até a próxima!

Um abraço!

Aparecida - Ingrácio advocacia

OAB/PR 26.214
Fundadora do Ingrácio Advocacia. Veio de uma origem humilde e tem 20 anos de experiência no previdenciário. Já ajudou milhares de pessoas a se aposentar.

Compartilhe o conteúdo:

Plano de Aposentadoria

Cuidamos da sua Aposentadoria de forma 100% online. Somos especializados em aposentadorias no INSS e Servidores Públicos com atendimento online em todo o Brasil e Exterior.

Quero saber