É possível simular a aposentadoria no INSS pela internet através do portal Meu INSS. Tanto pelo site, quanto pelo aplicativo.

Uma mão na roda para quem deseja ter noção de como será o seu próprio benefício previdenciário.

Aposto que você também quer saber disso. Não é mesmo? Hehe.

Mas, antes de eu começar a te explicar, aí vai uma curiosidade: este serviço estava desativado desde que a Reforma da Previdência entrou em vigor, em novembro de 2019.

Como as novas regras para ter acesso aos benefícios previdenciários mudaram, a calculadora de aposentadoria do Meu INSS passou por alterações e, consequentemente, estava indisponível.

E uma dúvida que algumas pessoas têm me perguntado nos vídeos e posts aqui do Ingrácio é a seguinte: posso confiar nas informações que o simulador do INSS traz?

Continue comigo para ficar por dentro do assunto. 🙂

Você vai entender tudo sobre:

1. O que é a simulação de aposentadoria do INSS?

Como o nome sugere, o simulador de aposentadoria é um dos serviços oferecidos pelo site do Meu INSS. Com ele, o segurado poderá calcular se já tem direito a se aposentar.

São apresentadas:

Informações super importantes! Não acha?

Se você não tiver direito ao benefício, o sistema informará quanto tempo ainda falta para que você consiga se aposentar. 

Seja por tempo de contribuição, pontos ou, até mesmo, por idade.

Sabe por que esse serviço é muito útil? 

Porque ele pega os seus dados previdenciários direto do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) e mostra quais possibilidades de aposentadoria você tem, em tempo real.

Entretanto, antes de usar a calculadora de aposentadoria, você deverá verificar se todos os dados do seu Extrato Previdenciário CNIS estão corretos.

Essa checagem será importante para que você não receba informações incorretas do simulador.

Vou falar sobre isso mais adiante, me acompanhe! 🙂

2. Posso simular todas as categorias de aposentadoria?

Não.

Antes da desativação da calculadora para o ajuste às novas regras da Reforma da Previdência, o serviço fazia a simulação de todas as categorias de aposentadorias disponíveis e, inclusive, incluía o provável valor do benefício.

Atualmente, o simulador atualizado conta com, somente, 7 tipos de cálculo:

Você também poderá editar seu tempo de contribuição, caso haja dados incorretos no CNIS.

Desse modo, você conseguirá ver, em tempo real, quanto tempo ainda falta para que você se aposente. Isto é, mesmo que o seu extrato previdenciário esteja errado.

3. Como simular minha aposentadoria?

Para você acessar o simulador de aposentadoria, você deverá ter uma conta no GovBR.

Após fazer o devido cadastro, você deverá entrar no site do Meu INSS e logar com a conta criada.

Depois, você chegará na tela principal do site, com todos os serviços online do INSS:

meu inss simular aposentadoria

Agora, você deverá clicar em “Simular Aposentadoria”. Na tela seguinte, aparecerá:

simulador aposentadoria meu INSS

Perceba que a sua idade, sexo e tempo de contribuição já aparecem no início da página.

Também, será informado se você tem direito a alguma aposentadoria dentre os 7 tipos de cálculo, se você cumpriu a carência, quanto tempo resta de contribuição, de idade e de pontos (se for o caso) para você ter acesso aos benefícios.

Importante: o sistema alerta que as informações do simulador não garantem direito ao benefício. Ou seja, ele somente serve como uma previsão.

Além disso, o INSS cita que poderá requerer documentação adicional para os novos períodos de trabalho ou contribuição.

Como eu disse anteriormente, você poderá editar a sua idade e o seu tempo de contribuição. Perceba que há uma espécie de lápis ao lado dessas informações.

simulador aposentadoria meu INSS

Clicando no segundo ícone, abrirá uma página com todos os seus vínculos de trabalho e de contribuições (incluindo recebimentos de benefícios do INSS).

Você poderá mudar o período trabalhado/contribuído, excluir o trabalho/contribuição e também adicionar novos vínculos.

simulador aposentadoria meu INSS

No caso dos vínculos de trabalho, eu omiti o nome das empresas e coloquei “Empresa 1, 2 e 3”. Porém, quando você acessar essa página, aparecerá o nome exato de onde você trabalhou, ok? 🙂

Como você percebeu, o simulador é bem intuitivo e bastante simples de usar.

4. Como saber o valor da minha aposentadoria?

Agora, já é possível visualizar qual será o valor estimado de benefício que você terá direito com a sua aposentadoria.

Vale dizer, todavia, que a quantia poderá variar conforme a modalidade de aposentadoria ou Regra de Transição que você tiver direito. Principalmente, quando o assunto for a Regra do Pedágio de 50% ou 100%.

Portanto, não se assuste com os valores caso eles sejam diferentes.

Aliás, eu tenho uma informação importante para você.

A função do cálculo estimado do benefício somente aparecerá caso você esteja a menos de 5 anos de se aposentar ou, então, caso você já tenha direito à aposentadoria.

Do contrário, essa função da calculadora não estará disponível. 

Inclusive, é importante lembrar que as quantias que aparecerão para você, serão apenas estimativas. Elas poderão variar — para mais ou para menos. 

Na realidade, isso dependerá da sua situação previdenciária. Sabe por quê? Porque o INSS pegará as informações disponíveis no seu CNIS, como já mencionei antes.

Poderá ser que você tenha direito a mais tempo de contribuição (com valores maiores de recolhimentos, por exemplo), fazendo com que a sua aposentadoria aumente.

Desse modo, será importante que você tenha o seu CNIS atualizado antes de pedir o benefício.

O Ingrácio já fez um conteúdo completo, com 4 dicas de ouro para analisar o seu CNIS

Com certeza, vale dar uma conferida! 

5. Posso confiar na simulação do INSS ou não?

Vale a pena fazer simulação no INSS?

Como especialista, respondo que você poderá, sim, confiar na simulação da calculadora do INSS somente se:

  • Seu Extrato Previdenciário CNIS estiver sem nenhum indicador ou pendência.
  • Você não tiver período especial (insalubre), rural, como professor ou como pessoa com deficiência, pois o simulador do INSS não contabiliza esses períodos (e eles podem adiantar, e muito, a sua aposentadoria).
  • Seus salários de contribuição estão corretos. Caso contrário, a previsão do valor da sua aposentadoria ficará errada (função disponível somente para quem já preencheu os requisitos do benefício ou está a menos de 5 anos de se aposentar);
  • Seus dados pessoais estão corretos (sexo e data de nascimento). Esses dados interferem diretamente no seu direito ao benefício.

Se você verificar que tudo (tudo mesmo!) está correto, poderá ficar tranquilo e confiar no simulador.

Quando o simulador não é confiável?

Se você precisar adicionar algum período ou salário manualmente, não poderei garantir que a calculadora do INSS será confiável.

Neste momento, não será certo que o INSS irá reconhecer os períodos que você colocou no simulador.

Se você verificar algum erro, não poderá ter certeza dos dados do simulador. Então, fique atento!

Nessa hipótese, quando você for solicitar o benefício, o próprio INSS perguntará se você não deseja arrumar as informações do CNIS.

Portanto, você deverá apresentar a documentação que comprova as informações corretas. Ou seja, aquelas que você deseja mudar/incluir.

Outro ponto importante é se você possui algum período de trabalho que eu mencionei acima (rural, especial, como professor ou como pessoa com deficiência).

Se esse for o seu caso, você não deverá confiar no simulador do INSS, pois ele não contabiliza e nem faz a conversão desses períodos como tempo “comum”.

Como ter certeza da melhor aposentadoria possível?

Mesmo que as informações estejam corretas, o ideal é você procurar um advogado especialista em direito previdenciário para ter certeza que é o momento certo para você se aposentar.

É esse profissional que poderá realizar o seu plano de aposentadoria e apresentar todas as possibilidades do seu caso, com valores e análises de toda a documentação.

Veja a diferença entre o plano de aposentadoria e o simulador do INSS:

plano de aposentadoria ou simulador do inss

Conclusão

Você entendeu se vale a pena ou não confiar na simulação da aposentadoria realizada pela plataforma do Meu INSS.

Lembre-se de verificar todos os seus vínculos de trabalho e de contribuição.

Você também aprendeu como acessar o sistema e alterar a sua data de nascimento, sexo, e vínculos do CNIS — local em que você poderá excluir, editar e adicionar novos vínculos.

Cuidado ao confirmar somente no simulador do INSS, pois ele não leva em consideração todas as regras de aposentadoria e verifica seu direito somente pelo CNIS.

Por isso, minha recomendação é que você busca pela ajuda de um advogado previdenciário para ter certeza de qual aposentadoria é a ideal para você.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe esse conteúdo com seus amigos, conhecidos e familiares. 🙂

Não se esqueça de seguir o Ingrácio nas redes sociais. Estamos na maioria das plataformas digitais: YouTube, Instagram e LinkedIn.

Até a próxima!

Um abraço!

ben-hur-cuesta

OAB/PR 92.875
Advogado-Pesquisador em Direito Previdenciário e Mestre em Direito Internacional e Europeu. Apaixonado por Música Popular Brasileira e um bom açaí na tigela.

Compartilhe o conteúdo:

Plano de Aposentadoria

Cuidamos da sua Aposentadoria de forma 100% online. Somos especializados em aposentadorias no INSS e Servidores Públicos com atendimento online em todo o Brasil e Exterior.

Quero saber